sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Manifesto pela Paz.


Manifesto Pela Paz
Adailton Poesia e Valter Farias
Veja o mundo imerso em ninharia
Fome, desemprego e ambição
Na base de tudo tem coisa do racismo
Que faz d violência uma tradição
Hoje estou na fonte dos desejos
Pra fazer valer um bom viver
Clamo a tolerância
Clamo a paz harmonia
Para um mundo florescer
O Olodum é pela vida
É pelo amor
Mas que beleza
Salve, salve 
deus dos deuses Olodum
Pela paz e pela fé nesta bandeira
Eu sei que o amor é a luz
Pra um novo mundo
Venha ser o verbo com prazer
Superando o égo
E as barreiras vis do mundo
Fazendo o Olodum acontecer
O Olodum é pela vida
É pelo amor
Mas que beleza
Salve, salve 
deus dos deuses Olodum
Pela paz e pela fé nesta bandeira


Mel Mulher
Germano Meneguel
Assim eu vou
Cantar pra você
Vou mergulhar
No orgasmo tão puro
Desse teu prazer
Seu envolvimento que
Atrai o momento
Pra acontecer
Vou comprimir, extrair
O doce desse mel mulher
Eu quero estar
No teu jeito de ser
Sentir a beleza no amanhecer
Tô desacordado
Não sei o que faço
Vou enlouquecer
Amar, amar, amar eu amarei
Eu te seguirei ó flor
Aonde você for
Amar, amar, amar eu amarei
Com o Olodum eu vou
Aonde você for.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Direitos Humanos uma história e evolução.

Direitos fundamentais: a evolução histórica dos direitos humanos, um longo caminho Dirceu Pereira Siqueira, Miguel Belinati Piccirillo  ...